TV Centro Sul

Homem apontado como chefe de organização criminosa é capturado pela PM em Fortaleza

Por Equipe Iguatu.net em 27/07/2020 às 19:58:52

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) capturou um homem apontado como chefe de uma organização criminosa com atuação em bairros da Área Integrada de Segurança 3 (AIS 3). Lindomar de Sousa da Silva (30) foi preso em cumprimento de um mandado de prisão em aberto pelo homicídio que vitimou um adolescente de 17 anos, em novembro do ano passado. A prisão aconteceu no último sábado (25), quando o suspeito tentava fugir de uma abordagem da Força Tática (FT), no bairro Conjunto Palmeiras (AIS 3).

Os policiais militares avistaram o suspeito na Rua Serra Azul, tentando entrar numa casa para não ser visto pelos PMs. Não demorou muito para que os policiais encontrassem Lindomar e consultassem informações sobre a existência de mandado de prisão em desfavor dele. Após consulta, os militares comprovaram que havia um mandado de prisão pelo crime de homicídio. Ele foi conduzido para o plantão do 30º Distrito Policial, onde foram realizadas as tratativas para cumprimento da ordem judicial.

O mandado de prisão cumprido em desfavor de Lindomar é referente a uma investigação do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE). A 3ª Delegacia do DHPP indiciou quatro homens suspeitos de terem participado da morte de José Wesley Alves Rodrigues (17), sem passagens pela Polícia. Além de Lindomar, estão presos pelo homicídio Francisco Wagner Castro Alves (21), com antecedentes por homicídio e tráfico de drogas, e Hailton de Lima Oliveira (26), com passagens por homicídio, roubo, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O quarto suspeito é procurado pela Polícia.

Em maio de 2018, Lindomar já havia sido preso em uma operação policial no bairro Conjunto Palmeiras. Na ocasião, o suspeito foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa. Ele também acumula passagens por homicídio, receptação, posse irregular de arma de fogo, porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e tráfico de drogas. Investigações do 30º DP, delegacia responsável por investigar crimes em bairros da AIS 3, indicam que ele é responsável por ordenar crimes de homicídios na região.

Denúncias

A Polícia Civil ressalta que a população pode contribuir com as investigações repassando informações que possam auxiliar os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), para o número de WhatsApp do 30º DP, (85) 98865-2158, ou ainda para o número ???(85) ?99111-7498, que é o WhatsApp do DHPP. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Zenir

Comentários

fic