TV Centro Sul

Polícia Civil prende grupo envolvido em homicídios e incêndios criminosos em Paracuru

Por Equipe Iguatu.net em 03/10/2019 às 17:15:07

Policiais civis da Delegacia Metropolitana de Paracuru prenderam, nessa quarta-feira (3), um grupo de cinco pessoas suspeitas de integrar uma organiza√ß√£o criminosa envolvida em a√ß√Ķes criminosas registradas no Cear√°. Com as capturas, a Polícia Civil elucida ainda um homicídio consumado e outro tentado, que ocorreram na cidade de Paracuru, na √Ārea Integrada de Seguran√ßa 11 (AIS 11). Durante a ofensiva, foram apreendidas uma arma de fogo, muni√ß√Ķes, um colete balístico e outros materiais.

Os policiais civis chegaram, inicialmente, ao suspeito identificado por Matheus dos Santos Teixeira (19), que foi localizado nas proximidades da rodovi√°ria do município. De acordo com as investiga√ß√Ķes, o homem, que possui antecedente criminal por tr√°fico de drogas, integra uma organiza√ß√£o criminosa. Em continuidade às dilig√™ncias, os policiais civis chegaram a um mototaxista, identificado por Nadson Alves Gomes (26), com passagem pela Polícia por viol√™ncia doméstica, que é investigado por dar apoio ao cometimento de homicídios e também aos inc√™ndios criminosos no município.

Conforme as dilig√™ncias, Nadson levou o suspeito Jonata Duarte Silva (19), vulgo "Buchecha", até um local de uma tentativa de homicídio, registrada no dia 31 de julho deste ano, no bairro Vila da Prefeitura. "Buchecha", que possui antecedente por tr√°fico de drogas, também foi preso ontem. Ainda por meio dos levantamentos da Delegacia Metropolitana de Paracuru, o mototaxista também transportou Emanuel Pinto Soares (22), o "Pesadelo", até o bairro Vil√£o S√£o José, onde executou Halisson Alves da Silva (24), no dia 23 de setembro.

A Polícia Civil também prendeu "Pesadelo", com passagem pela Polícia por recepta√ß√£o, nessa quarta-feira. Após localizar o endere√ßo do suspeito, as equipe seguiu até o bairro Maleitas, onde realizou um cerco a resid√™ncia. Ao perceber a presen√ßa da Polícia, ele tentou se livrar de alguns materiais ilícitos, arremessando-os no quintal de uma casa vizinha. Um revólver calibre 38, 16 muni√ß√Ķes, um colete balístico e uma bolsa contendo drogas (50 trouxinhas de maconha e 47 pedras de crack) foram apreendidos. Ao ser questionado, o suspeito confessou a autoria do homicídio, alegando que a vítima integrava um grupo criminoso rival.

Por último, mas ainda no curso das dilig√™ncias, a Polícia Civil prendeu Charlles Juvenal da Silva Mendes (18), com passagem por porte ilegal de arma de fogo, que é suspeito de incendiar um coletivo na cidade. Inclusive, o combustível utilizado no crime foi levado por Nadson, o mototaxista. Após as capturas, todos foram levados para a Delegacia Metropolitana de Paracuru, onde foram autuados em flagrante por tr√°fico de drogas e por integrar organiza√ß√£o criminosa. "Pesadelo" foi indiciado também por posse ilegal de arma de fogo. A Polícia Civil mantém as investiga√ß√Ķes sobre o grupo.

Zenir

Coment√°rios

fic