Janeiro
Flora 2014
|

Mulher assassinada no Pici

Os moradores da Rua Domingos Lopes ficaram assustados com o crime dentro da residência. O assassino fugiu dali em uma motocicleta preta.

Uma mulher foi assassinada, ontem, na Rua Domingos Lopes, no bairro Pici, quando abriu a porta para receber uma caixa de alguém que dizia que lhe entregaria uma encomenda. Iolete da Silva Girão, 37, foi morta por dois homens que trafegavam em uma motocicleta Honda, modelo Fan, de cor preta.

Iolete era casada com um professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), que afirmou à Polícia que o único desafeto da esposa, era a filha dele. Por conta destes desentendimentos com a madrasta, a garota teria saído da casa do pai e estaria morando, atualmente, com a mãe. O professor Antônio Girão, afirmou à Polícia que a menina tinha um comportamento agressivo e que namorava um rapaz que apresentava conduta suspeita. Ele também virou suspeito.

O major PM Ricardo Moura, supervisor do Comando do Policiamento da Capital (CPC), esteve no local do crime e disse que a vítima abriu a porta de casa para um suposto entregador e acabou sendo baleada.

Projéteis e manchas de sangue foram encontradas da porta até o interior da residência. Populares informaram à Polícia, que o namorado da enteada de Iolete tinha envolvimento com drogas. Segundo o major Ricardo Moura, o assassinato pode ter ligação com dívidas de tráfico, ou, a garota pode ter articulado o crime, contratando o atirador.

Diário do Nordeste



Deixe um comentário

Real Time Web Analytics