Flora 2014
|

OAB Ceará solicita e TJCE fará mutirão em duas unidades judiciais da Comarca de Iguatu

A pedido da OAB Ceará e da Subsecção de Iguatu, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) promoverá, de 24 a 28 de abril, mutirão no Juizado Especial Cível e Criminal (JECC) e na 2ª Vara Criminal da Comarca de Iguatu. A força-tarefa foi solicitada pela OAB-CE por meio do Projeto OAB Itinerante, que percorreu o Interior do Estado entre fevereiro e março deste ano para ouvir e dialogar com a classe. Entre as principais reclamações, esteve a morosidade do Poder Judiciário.

“A OAB Itinerante foi uma iniciativa pioneira e está gerando frutos para a advocacia e a sociedade com a realização desse mutirão que vai desafogar as duas unidades de Iguatu. Isso mostra uma OAB forte, altiva e diretamente vinculada aos interesses sociais. Vamos continuar trabalhando por uma Justiça célere e eficaz”, destacou o presidente da Ordem cearense, Marcelo Mota.

Para Marco Antônio Sobreira, presidente da Subsecção de Iguatu, o mutirão também demonstra a presença da OAB-CE nas causas da sociedade. “As pessoas clamam por uma Justiça mais efetiva, que dê uma resposta mais rápida às demandas e foi por isso que a OAB-CE intercedeu, o que representa um resultado do projeto OAB Itinerante e a sua importância”, disse.

O mutirão será conduzido pelo Grupo de Descongestionamento do Interior do TJCE, que tem à frente o desembargador José Inácio Cortez. O objetivo é dar celeridade à prestação jurisdicional nas duas unidades. Ao todo, no JECC serão apreciados em torno de 800 processos conclusos para julgamento. Na 2ª Vara serão promovidas audiências de instrução envolvendo as ações criminais.

DEMANDAS DA ADVOCACIA

No último dia 20 de março, a diretoria da OAB-CE, liderada pelo presidente Marcelo Mota, e os presidentes das Subsecções, esteve reunida com o presidente do Tribunal, desembargador Gladyson Pontes, no Palácio da Justiça, Cambeba. Na ocasião, a Ordem apresentou as demandas de cada Subsecção (ao todo são 15) pertinentes à realidade de cada local visitado durante o projeto e protocolizou oficialmente um documento detalhando todas as solicitações de cada região.

“A OAB cada vez mais se fortalece porque procuramos dar um norte para a nossa gestão acolhendo as ideias da advocacia. Como sugestão, não deixe de ouvir a advocacia militante, pois são pessoas que estão no dia a dia, conhecem e vêem a realidade de como estão as comarcas e onde carece de mais atenção”, disse na ocasião Marcelo Mota.



Deixe um comentário

Real Time Web Analytics